segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Tenda dos Manguezais: sucesso de público na SNCT


Por Paiva Silva, Relações Públicas-Cermangue
Com uma programação diversificada, Cermangue carimba sua  participação na SNCT.       
            
         Ciência, conhecimento e muita diversão. Foram esses os elementos que os visitantes da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), em São Luís, encontraram na Tenda dos Manguezais. Com uma ampla estrutura a Tenda ofereceu aos participantes uma programação diversificada e atraente durante toda a semana.

Filmes, Oficinas, Painéis, Palestras, Exposições e Performances. Uma variedade de opções para todos os gostos e idades, que fez do estande um dos mais visitados e comentados. Quem apreciou, saiu satisfeito. “Muito legal a tenda, estou impressionada com a quantidade de informação que eles trouxeram. É o estande mais diferente que visitei hoje, porque eles falam de coisas sérias, como problemas ambientais, preservação da natureza, dos manguezais de uma forma muito legal, divertida, que dá vontade de ouvir e participar’’, disse a estudante da Unidade Integrada Estado de Alagoas, Jéssica Oliveira.
               
               A criançada  se divertiu e aprendeu na tenda. A oficina de desenho e pintura mesclou conscientização, conhecimento e diversão fazendo a festa dos pequeninos e de alguns grandinhos, também. E não parou por aí. O Cine Curta o Mar preparou uma sequência especial de filmes em desenhos animados, como “Peixe Frito”, cuja temática chamava a atenção para preservação do ecossistema marítimo, bem como a preservação das espécies que nele vivem, e que deixou a galerinha da Escola Viva-Vida ligada na tela do início ao fim.
            A exposição de invertebrados marinhos bentônicos, aquários representando a dinâmica das marés no ecossistema manguezal, o viveiro de mudas de manguezal, a banca literária, livros e folhetos sobre manguezais e performances educativas enchiam os olhos dos expectadores. E o que falar do Viveiro Virtual, sucesso consagrado por onde passa? Este recebeu atenção especial dos visitantes, que fizeram questão de plantar sua muda e deixar seu recado de preservação dos nossos manguezais.


Outra atração do estande foi a realização do V EMANGUE (Encontro Maranhense de Manguezais) que, pela segunda vez, acontece dentro da SNCT. Além de mesas-redondas e muitos debates foram apresentados alguns painéis que traziam discussões pertinentes às urgentes necessidades no nosso planeta, a exemplo o painel “Mudanças globais, Prevenção de riscos e as Comunidades Tradicionais em Áreas de Manguezal do Maranhão”, que contou com a presença de moradores de reservas extrativistas e também da Colônia de Pescadores de Icatu.
Diversas autoridades prestigiaram a tenda , como o Reitor da Universidade Federal do Maranhão, Professor Natalino Salgado, o Vice-Reitor, Professor Antônio Oliveira, a Secretária de Ciência e Tecnologia Olga Simão, a Secretária de Desenvolvimento Agrário, Conceição Andrade, a Presidente da FAPEMA, Rosane Guerra, o Secretário Regional da SBPC, Professor Luís Alves, o Vice-Governador, Washington Luiz, dentre outras, além de vários representantes da imprensa local.
Jacyara Corrêa, membro do grupo, diz estar satisfeita com o trabalho desenvolvido, Acredito termos alcançado o que nos propusemos a fazer, é importante repassar a todos, principalmente às crianças, a importância dos manguezais, através de medidas educativas para a sua preservação e recuperação.”
Flávia Mochel, Professora do Departamento de Limnologia da UFMA e Coordenadora do Cermangue/LAMA afirma que todas as expectativas foram superadas. “A realização do  Emangue, pela segunda vez, na SNCT consolidou a nossa parceria com a semana. A Tenda dos Manguezais foi um grande sucesso; Desenvolvemos diversas atividades, promovemos mesas-redondas, bastantes debates, muita diversão; Recebemos várias autoridades e um grande número de visitantes que se mostravam realmente interessados em participar e aprender”, conclui. 

Ciência, Arte e Diversão são as palavras que melhor definem a participação do Cermangue/LAMA no evento. As mais de 700 inscrições, sem contar as demais visitas, refletem o reconhecimento de um trabalho árduo e responsável da equipe que busca cumprir com o seu papel social, contribuindo para uma sociedade mais consciente e sustentável.
O Cermangue agradece a participação de todos os que prestigiaram e contribuíram para o grande sucesso do Emangue e das demais atividades da Tenda dos Manguezais na SNCT e convida-os a ficarem ligados em todas as atividades desenvolvidas pelo projeto.

V EMANGUE ganha destaque na Mídia

video

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Ciência, Cultura e Saberes Tradicionais para Enfrentar a Pobreza


Matéria retirada da página da UFMA      
   A diretoria nacional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) confirmou na última quarta-feira (19) o tema centralCiência, Cultura e Saberes Tradicionais para Enfrentar a Pobreza, sugerido pela seccional maranhense, para a 64ª Reunião Anual, que ocorre de 23 a 27 de julho de 2012, nas dependências do Campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), no Bacanga. Mais de 20 mil pessoas serão esperadas para o maior evento científico da América Latina que, desde 1948, ocorre a cada ano em estados e universidades diferentes. A última reunião anual em São Luís aconteceu em julho de 1995, com o tema Ciência e desenvolvimento autossustentável.

         No início desta semana, durante a reunião de instalação da Comissão Executiva local da SBPC, o reitor da UFMA, professor doutor Natalino Salgado, relatou as providências que estão sendo tomadas para assegurar à comunidade acadêmica e à sociedade maranhense condições adequadas de acessibilidade, conforto e segurança. A 64ª SBPC será realizada no mesmo ano em que se comemora o quarto centenário de fundação da Cidade de São Luís.

Tema, Marca e Comissões

         O tema Ciência, Cultura e Saberes Tradicionais para Enfrentar a Pobreza foi escolhido a partir da opinião de internautas em consulta feita pela UFMA, por intermédio do seu site. No grupo de opções ao internauta, além de energia, cultura e pobreza, constavam ainda sustentabilidade e bioma.

         Mediante portaria assinada pelo reitor Natalino Salgado, foi constituída a Comissão Executiva local responsável pelas atividades que integrarão a 64ª Reunião Anual da SBPC. É presidida pelo próprio reitor e tem como vice-presidente o vice-reitor Antonio José Oliveira. A Comissão é secretariada pela assistente social Margarete Cutrim.

Leia a composição completa da Comissão Executiva local.

         A coordenação de identidade visual, composta pelo professor Carlos Delano e equipe de alunos do curso de Design já apresentou propostas de marca para a SBPC de São Luís, que estão sendo apreciadas pela diretoria nacional da entidade. O motivo da marca é o couro de boi, expressão marcante do bumba meu boi.

         A Secretaria Geral está ocupando uma sala no primeiro andar do Centro Pedagógico Paulo Freire, no Campus do Bacanga. A secretária Margarete Cutrim explica que a Comissão Executiva poderá ser ampliada à medida que surgirem pessoas interessadas ou a demanda exigir.

         O ritmo de trabalho se desenvolve regularmente nas comissões setoriais, que já formatam a programação em sintonia com a SBPC nacional. A exemplo das demais reuniões anuais, na 64ª SBPC ocorrerá a ExpoT&C que, historicamente, reúne universidades, institutos de pesquisas, entidades governamentais e outros expositores. Da mesma forma, será realizada a SBPC Jovem inteiramente destinada a estudantes do ensino fundamental, médio ou técnico. A SBPC Cultural está garantida na extensa e dinâmica programação, que está em fase de elaboração.
 

Revisão de texto: Késia Andrade

Lugar: Campus do Bacanga
Fonte: Aldionor Salgado
Notícia alterada em: 
21/10/2011 20h26

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Atividades do Cermangue são destaques na SNCT


Por Paiva Silva, Relações Públicas-Cermangue
Quem esteve na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), nesta quarta-feira (19), em São Luís, com certeza não deixou de visitar a Tenda dos Manguezais e participar do destaque da programação do dia, o V Encontro de Manguezais do Maranhão (Emangue), coordenado pela professora pesquisadora Flávia Mochel em uma parceria entre o Laboratório de Manguezais (Lama) e o Centro de Recuperação de Manguezais (Cermangue), do Departamento de Oceanografia e Limnologia da Universidade Federal do Maranhão.
            Estudantes de várias escolas da capital puderam conferir e interagir com as diversas atrações da tenda, que este ano trouxe para o evento aquários, representando a dinâmica das marés no ecossistema manguezal, o viveiro virtual, sucesso entre os visitantes, a exposição de invertebrados marinhos bentônicos, a banca literária, livros e folhetos sobre manguezais e performances educativas que fizeram da tenda a mais visitada e elogiada por todos, ganhando repercussão na mídia local.
            “Mudanças globais, prevenção de riscos e as comunidades tradicionais em áreas de manguezal do Maranhão’’ foi um dos painéis realizados no Emangue, nesta terça-feira. O painel contou com presença de moradores de reservas extrativistas e também da Colônia de Pescadores de Icatu.
           

            Você que ainda não visitou a SNCT, vale conferir muitas atividades que irão acontecer até sexta-feira (21), no Pátio do São Luís Shopping. Esperamos por você!

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Projeto da UFMA participará da Semana Nacional de Tecnologia

Matéria retirada da página da UFMA
A SNCT tem como tema: Mudanças climáticas, desastres naturais e prevenção de riscos
     
               O projeto Semente Digital, desenvolvido pelo Laboratório de Convergência de Mídias (Labcom) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), foi selecionado no edital Programa de Apoio à Popularização da Ciência e Tecnologia, da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico do Maranhão (Fapema). O projeto participará da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SCT), evento do Governo Federal que irá promover atividades científicas em todo o Brasil, inclusive em São Luis. 

         A SCT tem como tema: Mudanças climáticas, desastres naturais e prevenção de riscos. A inserção do projeto se deve ao fato de que, em São Luis, além dos danos que as chuvas causam à maioria das cidades, existe a contínua perda de uma de suas maiores riquezas: os casarões históricos que, a cada temporada de chuvas, vão sendo danificados. 

         A proposta do projeto Semente Digital, coordenado pelo professor Márcio Carneiro do Departamento de Comunicação Social da UFMA, é desenvolver ações de Educação Patrimonial, tendo como público alvo estudantes de ensino fundamental, médio e universitários.       A ideia é, através de recursos inovadores e uso de novas tecnologias de processamento de imagem, apresentar o Patrimônio Histórico de São Luís de forma lúdica e interessante. 

         O projeto baseia-se em ações dentro de três linhas básicas: a criação de instalações, ambientes imersivos, gerados por imagens de computador com cenas e fotos do Centro Histórico onde o visitante pode navegar e interagir através de controles Kinect que permitem que o usuário comande a aplicação apenas com gestos do corpo; a discussão e a divulgação da problemática da preservação patrimonial através de mesas-redondas com especialistas e a comunidade e oficinas e mostras de produção audiovisual, inclusive com produtos de TV DIGITAL interativa como o vídeo “Navegar”, primeiro documentário com aplicação de interatividade produzido no Maranhão, em uma parceria entre a UFMA e o Laboratório de Aplicações de Vídeo Digital (Lavid), da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). 

         As ações do projeto Semente Digital na Semana Nacional de Tecnologia serão realizadas nos dias 19, 20 e 21 de outubro no Laboratório de TV, no Centro de Ciências sociais (CCSO) da UFMA, no Campus do Bacanga. No dia 19, às 14h, haverá mostra interativa sobre o Patrimônio Histórico, no dia 20 além da mostra haverá, das 16h às 18h, uma Mesa-redonda com o tema: Patrimônio Material - Problema ou Solução? E no dia 21, às 16h, haverá a exibição do documentário “Navegar”. Vale a pena conferir! 


Revisão de texto: Késia Andrade
Lugar: Campus do Bacanga
Fonte: Andressa Valadares/Ascom
Notícia alterada em: 17/10/2011 15h5

domingo, 16 de outubro de 2011

Cermangue na SNCT 2011

Por Paiva Silva, Relações Públicas-Cermangue


Acontece de 17 a 23 do corrente mês, no pátio do São Luís Shopping, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia-SNCT.  Durante a semana, o visitante poderá contar com uma vasta programação, com exposições e mostras, em salas e estandes por toda área externa do shopping.

O cermangue (Centro de Recuperação de Manguezais) é claro, tem presença garantida e estará com uma série de atividades em seu estande.

Confira o que vai rolar no nosso estande:

              Como você pode ver ciência, arte e diversão não irão faltar na sua visita à SNCT 2012.
Portanto, sinta-se convidado a estar participando conosco da semana que já é tradição em todo o país. Até lá!

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Trânsito de quadriciclos nos Lençóis sofre restrição do MPMA

Para prevenir danos ambientais no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, a Promotoria de Justiça do Meio Ambiente de Barreirinhas (a 276 km de São Luís) emitiu, no dia 23 de setembro, recomendação sugerindo que quadriciclos não circulem em trilhas e nas vias urbanas e rurais compreendidas no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. O documento é destinado a agências de turismo, usuários e proprietários destes veículos.
A Recomendação, assinada pelo promotor de Justiça José Márcio Maia Alves, refere-se também à Área de Proteção Ambiental (APA) da Foz do Rio Preguiças, à Região dos Pequenos Lençóis, e às Áreas de Preservação Permanente (APPs), como matas ciliares, dunas e sua vegetação.
O documento é fundamentado em dispositivos legais que versam sobre crimes ambientais, áreas de proteção, regulamentação do tráfego de quadriciclos, entre eles a Lei de Crimes Ambientais (nº 9.605/98) e o Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9.503/97).
Alves recomenda que as agências de turismo se abstenham de vender e promover passeios de quadriciclos por trilhas e vias sem expedição do Certificado de Adequação e Legislação (CAT), ressaltando que a Resolução 04/2008, do Conselho Estadual de Trânsito do Maranhão (Cetran/MA), proíbe estes veículos de circular nas vias públicas urbanas e rurais do Estado, enquanto não obtiverem o documento.
O CAT é o documento que atesta que o veículo passou por todos os testes de segurança referendados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para garantir a segurança dos usuários.
Segundo a Recomendação, as agências também não devem passar por “rotas que impliquem invasão, destruição, dano ou modificação da margem do Rio Preguiças e de quaisquer outros cursos d’água de Barreirinhas, dunas e sua vegetação, dentro ou fora do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses”.
Nesse caso, o promotor de Justiça alerta que o descumprimento pode ser classificado como crime ambiental. O condutor do veículo está sujeito a prisão em flagrante, à condenação ao reparo da área degradada e ao pagamento de multa. A empresa pode ser condenada ao reparo da área degradada e ter cassada a licença de operação na área do município de Barreirinhas.
Aos proprietários de quadriciclos e aos contratantes de passeios, o MPMA recomenda que se abstenham de circular pelas áreas citadas no documento sob pena de responsabilização criminal, inclusive com apreensão do veículo, conforme determina o Código de Trânsito Brasileiro.
A fiscalização do cumprimento das medidas contidas na Recomendação ficará a cargo do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e dos batalhões de Polícia Ambiental e de Trânsito da Polícia Militar do Maranhão (PMMA).

Fonte: CCOM-MPMA